MOMENTO DO JOGO: ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA



" Os princípios de jogo e os sub princípios de jogo são comportamentos e padrões de comportamento que o treinador quer que sejam revelados pelos seus jogadores e pela sua equipa nos diferentes momentos do jogo. Esses comportamentos e padrões de comportamento quando articulados e entre sí evidenciam um padrão de comportamento ainda maior, ou seja, uma identidade de equipa ao qual denominamos de organização funcional. " (Guilherme Oliveira, 2003)

Nesta postagem , vamos abordar o momento da organização defensiva. Quando a equipa está sem a posse de bola, o objetivo principal é evitar golos ou situações que possam dar em golo contra a equipa. Um dos aspetos fulcrais da organização defensiva, é o correto uso do espaço e o tempo em relação aos companheiros e adversários. Sem esquecer, a equipa deve ter um bom posicionamento defensivo, formando um bloco compacto com linhas muito juntas.

 1º EXERCÍCIO

TEMA/MOMENTO: ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA COLECTIVA
PRINCÍPIO: Organização defensiva colectiva – defesa à zona (fecho e redução de espaços e de tempo de execução ao adversário).
OBJECTIVOS:  dar uma primeira ideia de como queremos que a nossa equipa se posicione defensivamente em termos colectivos – movimentações da equipa em função do espaço e da zona da bola – e posicionamento de cada jogador, em função da posição específica, relativa ao local da bola.
DESCRIÇÃO: situação de 10x0. A equipa dispõe-se em campo em estrutura e movimenta-se segundo indicações do treinador em função do espaço e do posicionamento da bola que são determinadas pelas bandeirolas ou mecos.

ESQUEMA:



2º EXERCÍCIO

Tema/momento: Organização defensiva sectorial – sector defensivo e transição defesa/ataque do sector defensivo.
Subprincípio: Organização defensiva da defesa – defesa à zona da defesa.
Transição defesa/ataque do sector defensivo – passe para o sector intermédio e tirar a bola da pressão.
        marcar os espaços mais importantes e a bola como referência da nossa posição
        redução de espaços entre os jogadores
        sistema correcto e permanente de coberturas
       fechar os espaços interiores e levar a bola para os corredores laterais, e pressionar nessas zonas
        pressionar sempre o portador da bola assim que esta entra nas zonas que nos interessam pressionar
        bascular em função da posição da bola
        não permitir cruzamentos nem finalizações
    quando ganham a bola: 1ª opção – jogar para a frente; 2ª opção – retirar a bola da pressão.

Descrição: gr+4 defesas x 5 atacantes. Os atacantes em posse de bola procuram fazer golo. Os defesas assim que ganham a bola tentam marcar numa das balizas pequenas .


3º EXERCÍCIO

Tema/momento: Organização defensiva sectorial – sector intermédio e transição defesa/ataque do sector intermédio.
Subprincípio: Organização defensiva do meio campo – defesa à zona do meio campo.
Transição defesa/ataque do sector intermédio – passe para retirar bola da pressão (passe lateral, passe recuado)
        marcar os espaços mais importantes e a bola como referência da nossa posição
        redução de espaços entre os jogadores
        sistema correcto e permanente de coberturas
       fechar os espaços interiores e levar a bola para os corredores laterais, e pressionar nessas zonas
        pressionar sempre o portador da bola assim que esta entra nas zonas que nos interessam pressionar
        bascular em função da posição da bola
    quando ganham a bola: 1ª opção – jogar para a frente; 2ª opção – retirar a bola da pressão.

Descrição: 4 médios mais 1 apoio recuado. A equipa que tem a posse de bola tenta ultrapassar a linha formada pelos mecos com a bola controlada.


4º EXERCÍCIO


Tema/momento: Organização defensiva intersectorial – sector intermédio e atacante transição defesa/ataque e ataque/defesa.
Subprincípio: Organização defensiva do meio campo  e ataque-defesa à zona do meio campo e ataque
Transição defesa/ataque do sector intermédio  e atacante
        marcar os espaços mais importantes e a bola como referência da nossa posição
        redução de espaços entre os jogadores
        sistema correcto e permanente de coberturas
       fechar os espaços interiores e levar a bola para os corredores laterais, e pressionar nessas zonas
        pressionar sempre o portador da bola assim que esta entra nas zonas que nos interessam pressionar
        bascular em função da posição da bola
     não permitir passes do sector defensivo para o intermédio e não permitir que os jogadores do meio campo joguem em profundidade.
   quando ganham a bola: 1ª opção – jogar para a frente; 2ª opção – retirar a bola da pressão.

Descrição: a equipa de amarelo sai sempre a jogar desde o gr e procura ultrapassar a linha de meio campo. A equipa vermelha tenta evitar que tal aconteça.



5º EXERCÍCIO


Tema/momento: Organização defensiva colectiva e transição defesa-ataque.
Princípio: Organização defensiva colectiva – defesa zona e transição Defesa-Ataque
        marcar os espaços mais importantes e a bola como referência da nossa posição
        redução de espaços entre os jogadores
        sistema correcto e permanente de coberturas
       fechar os espaços interiores e levar a bola para os corredores laterais, e pressionar nessas zonas
        pressionar sempre o portador da bola assim que esta entra nas zonas que nos interessam pressionar
        bascular em função da posição da bola
        permitir os passes menos importantes (passes  para  os laterais)
        retirar tempo e espaço aos adversários
    quando ganham a bola: 1ª opção – jogar para a frente; 2ª opção – retirar a bola da pressão.
        procurar manter a posse de bola (não correr riscos desnecessários)

Descrição: 10x10+gr. Os amarelos começam sempre a defender. A equipa vermelha começa a jogar sempre do gr.


Para Valdano (1999), "(...) se falamos de espaços o futebol é um problema geográfico que dá vantagem a quem os ocupa de um modo mais inteligente". Segundo o mesmo autor, ainda que este seja um jogo opinável onde só o resultado é indiscutível, há verdades que por vezes perdem, mas que também são indiscutíveis, por isso, "no futebol a grandeza só é possível com o respeito pela Zona".

Comentários